quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

1 ano de blog

Salve leitores da blogosfera!

    Há 1 ano atrás, comecei a escrever sobre minha jornada rumo a independência. Como o tempo passa rápido! Não sei se é por causa do ritmo de vida contemporâneo que estamos levando, com a agenda lotada de compromissos, ou se é por causa de um sentimento: querer que o tempo não passe muito depressa. Ao contrário de muitos que querem chegar logo ao topo da caminhada, eu penso diferente, gosto de apreciar o caminho, adquirir conhecimento, aproveitar a juventude que ainda me resta. Quero ser feliz agora! sem essa de só vou ser feliz quando chegar no patrimônio X ou Y. Isso é consequência, uma exteriorização do seus esforços e conhecimentos em acumular patrimônio.
    Recentemente tive uma discussão com um amigo (empreendedor) que tem uma visão um pouco torta da realidade. Pra ele, apenas dinheiro trás felicidades e de nada adianta um homem cultivar conhecimentos e diplomas se isso não se traduzir em mais dinheiro. Oras, o conhecimento nem sempre nos leva a uma finalidade prática e imediata. Como a história nos ensina, ás vezes são necessários anos para que o desenvolvimento de alguma tecnologia possa ser viabilizada, colocando os conhecimentos empíricos em prática. Essa visão dos empresários é muito comum aqui no Brasil, representando desprezo pelo conhecimento (e até um certo orgulho!).
    Não vou nem entrar no mérito de que conhecimento nos liberta e trás satisfação intelectual (ou espiritual). Pelo menos pra mim, é como uma necessidade, uma busca inerente a minha condição de ser humano. Um desejo nato por conhecer e, a cada dia, saber o quanto eu era ignorante por determinado assunto. 
    Posso afirmar com toda certeza, que meu dinheiro não trás satisfação semelhante, eu olho pra tela do computador, e vejo apenas números, nada mais que isso. Sem dúvida que, a partir de um determinado número (bem alto por sinal), a nossa mente fica mais tranquila, a respeito de uma segurança financeira, afinal de contas, todos nós estamos aqui perseguindo esse número, essa barreira psicológica que nos prende ao trabalho. Refletindo um pouco mais, veremos que sempre haverá um risco de se aposentar cedo demais: inflação desenfreada, suas ações despencando, seus fundos administrados por um péssimo gestor, grandes crises mundiais, e pq não, guerras! Como remédio para esse mal devemos diversificar e investir com base em nosso próprios conhecimentos e não delegar aos outros essa importante tarefa.
    Portanto caros leitores, desejo a todos muitos conhecimentos em 2019, desejo que tenham o hábito da leitura de bons livros (ainda são a principal forma de adquirir conhecimento) e que coloquem em prática esses conhecimentos e compartilhem conosco seus valiosos ensinamento, tanto em finanças como em qualquer outro assunto. Vou tentar fazer o mesmo por vocês.

Abraços e até mais!

6 comentários:

  1. Parabéns pelo 1 ano de blog. Que venha muitos anos.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Fala Hank, parabéns pelo 1 ano de blog! Cara, me identifico com esse trecho aqui sobre buscar conhecimento.

    "Pelo menos pra mim, é como uma necessidade, uma busca inerente a minha condição de ser humano"

    E as vezes me pego pensando sobre pessoas que passam sei lá, meses, talvez anos sem aprender nada. Não consigo entender isso.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Inglês! Esse trecho deveria ser uma regra, mas cá entre nós, brasileiros, é uma exceção, um problema cultural muito grande. A preguiça mental de muitas pessoas impedem a elas de realizar muitas coisas importantes na vida.
      Abraços

      Excluir
  3. Parabéns por 1 ano de blog!

    Buscar conhecimento é fundamental para crescer em todos os aspectos da vida.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigal DIL! Pena que nem todos (a maioria inclusive) pensa assim como nós. Abraços

      Excluir