quinta-feira, 27 de junho de 2019

Atualização patrimonial: Junho/2019 - 396.102,11 (+6,6%)


Fala povo da blogosfera financeira!

Vamos a mais um capítulo da novela, em busca da independência financeira.

Nos capítulos anteriores, relatei que vendi meu imóvel que havia comprado num leilão. Recebido o sinal de 25 mil na minha conta corrente e o restante de 140 mil já se encontra numa conta poupança da Caixa em meu nome, pois o comprador optou pelo financiamento imobiliário. A caixa só libera o dinheiro, após o comprador levar a registro no registro de imóveis, o que deve demorar uns 30 dias. Como vcs puderam acompanhar no meu blog, havia computado no meu patrimônio 150 mil referente ao imóvel e de fato o vendi por 165 mil, assim, o patrimônio subiu bastante esse mês, de forma atípica. 

Foi uma venda difícil, e não pretendo voltar tão cedo em investimentos em imóveis. A economia do país não ajuda, e aqui na cidade do Rio de Janeiro, há muita oferta e pouca procura, cenário tenebroso nessa área. Precisei suar frio, literalmente, e ter coragem para arriscar uma parcela considerável do meu patrimônio nesse tipo de investimento, arriscado por natureza (natureza jurídica, ou seja, tudo pode acontecer, vai entender cabeça de juiz). Quanto maior o risco, maior o retorno, e foi isso que aconteceu (graças a DEUS!),  assim obtive um retorno de 2,5% a.m. em 1 ano de investimento, o que considero um ótimo retorno em comparação com o mercado financeiro, em geral.

Analisando os números da minha carteira de ações e FII, uma boa valorização ocorreu, impactando positivamente o desempenho geral da carteira. Vamos aos números:



Vida pessoal

Tudo indo muito bem, estou aproveitando e curtindo a vida de maneira mais tranquila. Já precisei ralar muito na vida e estudar até dar dores nas costas, para concluir o curso de engenharia mecânica e passar num bom concurso na minha área de formação. Hj, estou feliz e prevendo mares tranquilos até a chegada da minha IF. Se tem uma coisa boa na estabilidade que o serviço público te proporciona é isso, certeza de que iremos ter uma vida de marasmo e tranquilidade financeira.

Relacionamentos

Curtindo a vida de solteiro, sem encheção de saco de esposa. Como já fui casado, posso falar com propriedade que é muito melhor ter uma namorada e ir levando do que casar e ter sua vida infernizada por um estranha, que no fim das contas, quem mais perde é o homem.

Esses dias mesmo, uma balzaquiana, capitão-tenente da MB, lá do meu trabalho, assim que ficou sabendo que eu era solteiro já veio em cima de mim toda se querendo, louca pra arrumar um pra casar. Eu, com mais de 30 anos nas costas, não cai nesse canto da sereia, apesar de ela ganhar bem e ser bonita. Não quero me casar e ter filhos tão cedo, estou evitando ao máximo problemas na minha vida.

Bom é isso, uma ótima semana a todos!

quinta-feira, 20 de junho de 2019

Imóvel vendido!!

Após muita luta, suor e algumas decepções, consegui vender meu imóvel que adquiri num leilão. O mercado está tenso pra quem tem investimentos nessa área. Muitos anúncios, imóveis encalhados e a cada dia surgindo um sem número de apartamentos e empreendimentos imobiliários, o que faz a lei da oferta X demanda aplicar-se perfeitamente neste caso: A oferta supera a demanda, o que faz o preço cair.

                                         
Tive sorte, mas foi uma batalha mostrar o imóvel pra mais de 20 pessoas, e uma dor de cabeça com corretores espertos e imobiliárias cretinas querendo te enfiar a faca com taxas de corretagem absurdas

Foram mais ou menos 10 meses entre o anúncio e a assinatura do contrato de compra e venda, pouco tempo em comparação ao que ouvi por aí, de alguns com mais de 2, 3 anos encalhados. Como em qualquer negociação, precisei ceder para fechar o negócio, mas mesmo assim, em valores acima do que vinha contabilizando em meu patrimônio. Como disse pra vocês, não há problema em contabilizar imóveis em seu patrimônio, desde que seja abaixo do valor de mercado (10-15%).  

No geral, classifico como bom investimento, apesar da dificuldade em vender, consegui uma rentabilidade de 2,5% a.m., o que é ótimo, porém não se iludam, o investimento aqui não é pra qualquer um. 

Foi preciso ter muita coragem, disposição e um pouco de sorte. Coragem pq não é um investimento normal, vc faz um único e grande aporte inicial, o que gera uma concentração numa única classe de ativos, trazendo maiores riscos pra sua carteira. Disposição, pq vc vai ter que correr atrás de documentos para escritura e registro, advogados caso o imóvel esteja ocupado (risco jurídico), imobiliárias para anunciar, mais documentos para vender, etc. e no fim, caso tenha sorte de aparecer algum interessado, torcer para que ele não desista (pois são muitas ofertas, lembra?) e vcs possam fechar um acordo que te propicie um lucro aceitável. É preciso muita coragem em comprar/financiar um imóvel nessa economia zoada que atravessamos no momento. Como vcs podem perceber, são muitas variáveis que estão fora do seu controle, o que torna esse investimento arriscado, na minha opinião.

Ah, como eu gosto de ir em cartórios torrar rios de dinheiro pra encher os bolsos dos seus donos que não fazem nada e curtem sua IF em casa!


Até mais!